VII CONCURSO LITERÁRIO INTERNACIONAL BURITI CRONICONTOS

EM HOMENAGEM AO ESCRITOR DR. JOBAL DO AMARAL VELOSA

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

ENTREVISTA COM CONDORCET ARANHA - GANHADOR DO CONCURSO LITERÁRIO NACIONAL BURITI CRONICONTOS 2010 - MODALIDADE CONTOS - JORNAL DE ARAÇATUBA/SP




01) Quem é CONDORCET ARANHA?

Condorcet Aranha: Um cidadão brasileiro aposentado que há 10 anos dedica-se à literatura.



02) Antes de começar a falar do seu trabalho, o que o sr. tem a falar da sua cidade - Joinville/SC?

Condorcet Aranha: A cidade onde moro é Joinville, em Santa Catarina, cuja população cresceu para 500.000 habitantes mas, sua origem de alemães e italianos fugidos da segunda grande Guerra e na maioria sem instrução, formaram uma sociedade muito fechada.



03) O sr. gosta mais de ler e escrever, ou de desenhar e pintar? Por quê?

Condorcet Aranha: Gosto de todas essas atividades porque quando estudei tínhamos todas na escola. Atualmente prefiro escrever.



04) Quanto ao que escreve, o sr. tem preferência por quais temas? Por quê?

Condorcet Aranha: A vida por seu mistério (dúvidas intermináveis), a sociedade por suas desigualdades (banquetes e fome) e a natureza (por me sentir parte do todo).



05) Com quem se identifica mais em suas obras? Por quê?

Condorcet Aranha: Não me identifico com ninguém, apenas escrevo meus sentimentos verdade.



06) Como foi a ideia de começar a escrever?

Condorcet Aranha: Desde criança gostava muito de fazer redações e dissertações na escola.



07) O que o motiva a escrever? Tem alguma mania ao fazer? Algum "cantinho" especial?

Condorcet Aranha: Não tenho nenhuma motivação em especial. Também não tenho manias. Em geral no meu minúsculo escritório, sou um escritor e poeta solitário.



08) Com toda certeza o sr. já ouviu críticas sobre o seu trabalho. Como as encara?

Condorcet Aranha: A bem da verdade só uma vez disseram-me que minha poesia era coisa de 100 anos atrás porque trabalhava com rimas e métrica. Achei graça e não as encaro, apenas escuto por não ser surdo. Não me rendo a crítica por ter meu propósito de vida e sendo feita por contemporâneos apenas o tempo é que poderá julgá-las.



09) Falando sobre seus trabalhos, como decide sobre os títulos?

Condorcet Aranha: Na maioria das vezes inicio pelo título e depois desenvolvo o texto sobre o tema porque gosto de desafios.



10) Como o sr. estabelece uma relação entre o título e a obra?

Condorcet Aranha: O título e a obra são consequência um do outro, por isso devem se compôr.



11) Depois que coloca o título, em algum momento já quis mudar o título da apresentação?

Condorcet Aranha: Sim, raras vezes, mas quando em textos maiores, por criar novas situações.



12) Que reação (sensação) o sr. tem ao ver a obra terminada?

Condorcet Aranha: Qualquer obra ou texto terminado me dá a sensação de possuir mais um filhote.



13) O conto "LAÉRCIO DOS SINOS" teve inspiração em quê? Ou em quem?

Condorcet Aranha: Por sinal houve um equívoco no título, o certo é “Laerson dos sinos”, e como já expliquei quase sempre crio o título e depois desenvolvo o texto.



14) O sr. ao preparar as suas obras tem em mente passar algum aprendizado?

Condorcet Aranha: Para mim qualquer texto deve passar algo do pensamento do autor e de sua experiência de vida porque só me identifico com o que entendo.



15) Como é o "retorno" por parte dos apreciadores da boa arte da escrita? Deixa-o satisfeito?

Condorcet Aranha: Sim, sempre buscam o diálogo sobre meus textos, suas passagens e seus significados.



16 - O senhor participa de algum grupo de estudo ou associação cultural?

Condorcet Aranha: Não, minhas condições físicas não me permitem e busco meu aprendizado literário em livros.



17) Aos estudantes, o que indica?

Condorcet Aranha: Apenas leitura e síntese do que leram.



18) Qual recado deixaria aos leitores do site?

Condorcet Aranha: Que jamais deixem de acreditar em suas verdades e nunca parem de ler, independente do tipo literário porque é a única forma de adquirirmos conhecimento.



19) Como se pode ter contato com o seu trabalho?.

Condorcet Aranha: Minhas obras são encontradas em:

RECATNO DAS LETRAS

MURAL DOS ESCRITORES

CONDOR LETRAS - BLOG

ESCRITA.COM

BLOCOS ON LINE

BLOGS - PARCEIROS - entre outros.




11/09/2010

Coordenação e realização: Prof. Pedro César Alves, Araçatuba/SP.

Um comentário:

  1. COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?
    O Fanzine Episódio Cultural é um jornal bimestral sem fins lucrativos, distribuído gratuitamente no sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Salvador-BA e Rio de Janeiro. Para participar basta enviar um artigo sobre esporte, moda, sociedade, curiosidades, artesanato, artes plásticas, turismo, biografias, livros, curiosidades, folclore, saúde, Teatro, cinema, revistas, fanzines, música, fotografia, mini contos, poemas, etc.
    Contato: Carlos (editor)
    (35) 3295-6106
    (35) 8833-9255
    machadocultural@gmail.com
    http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
    Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile
    VEJA O FANZINE EPISÓDIO CULTURAL NA FEIRA DO LIVRO DE POÇOS DE CALDAS 2011
    http://www.feiradolivropocosdecaldas.com.br/

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.